Para onde você quer ir?

Quais foram suas metas para 2021? Conseguiu atingi-las? E já definiu suas metas para 2022?

Muitos de nós aproveitamos o clima de Natal, que nos convida à reflexão, para planejar nossas metas para o ano que vem. Normalmente essas metas englobam questões pessoais como emagrecer, conseguir um emprego novo, ganhar mais ou até uma promoção no trabalho. Um problema comum nessas reflexões é que as metas acabam sendo imprecisas, vagas e mal planejadas.

 

Não deixar a meta clara torna muito mais difícil reconhecer se ela foi atingida ou como planejar para que sejam alcançadas. Essa é uma questão muito comum em minhas sessões de coaching. Sem uma meta clara não temos como medir se o processo está trazendo os resultados esperados. Como quase tudo na nossa vida, aprender a estabelecer e cumprir metas é uma habilidade que pode, e deve. ser treinada e aprimorada.

Como sempre, meu objetivo aqui é te ajudar como eu posso e da forma que me parece melhor. Assim, vou dar algumas dicas que acredito serem válidas para realizarmos um planejamento realista e com a expectativa correta.

Primeiro passo fundamental é estabelecer metas específicas. Por exemplo, se você quer emagrecer, não basta anotar “emagrecer”, caso contrário como saberá que atingiu a meta? Se a meta for “emagrecer” podemos considerar que se você perder cem gramas já terá atingido a meta. Precisa especificar quantos quilos você deseja perder e em quanto tempo. Para desenvolver uma mentalidade mais assertiva você necessita criar limites para seus objetivos. Assim sendo, a meta ficaria mais tangível se fosse: -“Quero perder 10 quilos até dia primeiro de dezembro de 2022.”. 

Além de a meta ser especifica, ela precisa ser alcançável, e aí temos uma dificuldade forte,: a esperança. Para não cairmos nos vácuos dados pela esperança, precisamos dividir a meta principal em submetas, que possam ser atingidas em prazos menores. Nosso cérebro não é muito bom em lidar com metas de longo prazo, uma vez que nada ainda aconteceu e por tanto temos tempo para tudo.

Vou aproveitar o exemplo e dividir a meta de emagrecer em submetas.

Um, vou emagrecer dois quilos até o dia primeiro de março. Dois, vou emagrecer outros dois quilos até o dia cinco de maio. Três, vou emagrecer mais dois quilos até dia dois de julho e assim por diante, chegando aos dez quilos em primeiro de dezembro.

Emagrecer dez quilos é muito mais difícil que emagrecer dois quilos. Mas sentir a energia de atingir os objetivos e se motivar com o caminho percorrido, lhe darão muito mais solidez. Observe que não utilizei a palavra “quero”, utilizei a palavra “vou”, assim cada vez que ler a meta você irá fixar uma “âncora” na sua mente de que não há outra possibilidade a não ser a de atingir o objetivo.

Dividir suas metas em submetas pode aumentar significativamente suas chances de alcançáa-las. Mesmo assim você provavelmente irá sofrer com mudanças inesperadas na sua vida e no seu cotidiano, que podem lhe atrapalhar muito em determinado período do ano. Por isso, além de pensar em metas bem especificas e dividi-las em submetas de curto prazo, também é importante fazer um monitoramento do progresso. Assim sendo, caso você não consiga perder dois quilos até março, você deve parar e repensar se deve acelerar esse processo ou se precisa reajustar os prazos, pois qualquer um pode cair na empolgação do objetivo e não dar prazos realistas para cada etapa.

Neste momento de reavaliação, é fundamental colocar tudo no papel, os motivos que te levam a querer essa meta e as dificuldades que você tem encontrado para seguir o planejamento. Depois de listar todos os possíveis obstáculos, tente pensar em como superá-los e também anote essas possíveis soluções.

Caso você esteja pensando que isso é muito trabalho e chega a te dar preguiça só de se imaginar fazendo isso, pode ser que sua meta não seja tão importante para você. Aí o ideal é sentar novamente e rever se você está mirando para o alvo certo. Nosso maior motivador em tudo é o “sentido”. Sim, fazer sentido é fundamental para qualquer coisa em nossa vida. Uma atividade, por mais simples que seja, que não faça sentido para você, passará a sensação de uma perda de tempo eterna. E nenhuma sensação é pior que a de estar perdendo tempo, uma vez que nossa vida muito curta diante das possibilidades de como pode ser vivida.

Pense, reflita e mire no alvo certo. Sua vida não precisa ficar estacionada, sem emoção e sem conquistas em prol de um conforto vago e sem propósito.

Temos um novo ano se apresentando na nossa porta, como iremos encaraá-lo? Como iremos enfrentáa-lo? Como iremos começar 2022 é importante, mas é ainda mais importante saber como iremos terminar 2022.

 

“Você pode me ajudar? – Perguntou Alice. 

“Sim, pois não? ” – Respondeu o gato.

“Para onde vai esta estrada? ” – Indagou Alice.

“Para onde você quer ir? ” – Pergunta o gato.

“Eu não sei, estou perdida. ” – Lamenta Alice.

Então responde o gato – “Para quem não sabe para onde vai, qualquer caminho serve. ”. ( Lewis(Lewis Carrol – Alice no País das Maravilhas)

 

Diogo Monticeli Rocha

Sócio Gerente de Expansão

Russell Bedford Brasil

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *